Joaquim e Ana foram os pais da Virgem Maria (Luc 3:23). Joaquim nasceu em Nazaré, e casou-se com Ana quando ele era jovem.

Era um rico fazendeiro e possuía grande rebanho.

 

Novena a São Joaquim e Santa Ana

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana!, o jubilo que sentistes quando o arcanjo Gabriel vos revelou a cerca do desejado Messias e de vosso casamento;

Por isto vos suplico me alcanceis de Deus o que peço nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana!, a sumo alegria que tivestes quando se cumpriu vosso Santo casamento;

E por ele vos suplico me alcanceis de Deus paciência em minhas aflições e sossego espiritual da alma, com o que peço nesta novena.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana!, a esperança com que ouvistes do arcanjo Gabriel o término de vossa esterilidade e a eleição para serem pais de Maria Santíssima;

Por isto vos suplico alentais meu triste coração e me alcanceis piedade e de vosso dulcíssimo neto Jesus, com o que peço nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana! o regozijo que vos causou a Concepção Puríssima de Maria;

Por isto vos suplico me alcanceis de Deus graças para servir, segundo a obrigação, de meu estado, e o que peço nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana!, a alegria com que vistes nascida a Maria Santíssima, Filha vossa,

E por isto vos suplico me alcanceis de Deus uma perfeita resignação a sua divina Providência, e o que peço nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana!, o alívio que recebestes tendo em vossos braços, Maria Santíssima;

E por isto vos suplico me alcanceis de Deus uma verdadeira dor de todas as minhas culpas, e o que peço nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, o gosto com que oferecestes a vossa Filha no Templo ao serviço de Deus;

E por isto vos suplico me alcanceis de sua Divina Majestade um sincero amor seu, e o que peço nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana!, a glória que vos cumulou quando o arcanjo Gabriel vos revelou que de vossa Filha Santíssima nasceria o desejado Messias;

E por isto vos suplico me alcanceis dEle uma ardente caridade ao próximo e o que peço nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.

Oração Inicial

Oh! Digníssimos avós de Cristo, Joaquim e Ana!

Eu, miserável pecador, tenho grandíssima confiança em vossos méritos e seguro amparo, sabendo que nada Vos negará vosso Neto e Filha, Jesus e Maria.

Pois ao presente me valho com um singular pedido e grave necessidade, venho eficazmente implorar vosso patrocínio, durante esta Novena, oferecendo cada dia alguma devoção a honra vossa, para que por vossa intercessão consiga eu a esperança que desejo da divina misericórdia, sendo meu fim principal e o que sinceramente pretendo, a maior glória de Deus e a salvação de minha alma.

Queira sua Divina Majestade, por vossos altos merecimentos, escutar piedosa meus rogos, permitir que depois desta Novena consiga eu o que nela fervorosamente vos peço. Amém.

Oh! Gloriosíssimos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana:

Confiado vos suplico sejam meus fiéis intercessores para com Deus a fim de que por vossas heroicas virtudes me concedam o que tanto desejo e tenho certeza de que vós não me ignoram.

Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana, grandíssima é a confiança que em vos tenho, crendo que o clementíssimo Deus não poderá negar se a meus pedidos se Vos dignais de patrocina-los e recomenda-los com uma só palavra, pois a medida da soberana honra com que o eterno Pai Vos tem exaltado entre todos os demais Santos para digníssimos avós de seu Unigênito, será no trono de sua misericórdia poderoso vosso amparo, e felizes vossos devotos!

Se o Filho Vos avantajou, até admitir-Vos por gloriosos pais de sua Mãe Santíssima não pode deixar de escutar Vos agora no céu, cumprindo vossas intercessões;

E se o Espírito Santo vos tem reconhecido por tão retos, que entre todos os justos da lei antiga vos escolheu por mananciais da graça.

Como vos recusará ao que agora pedireis para mim, pobre pecador?

E finalmente, se a Santíssima Trindade vos tem honrado na terra, mais que a outros Santos, sem dúvida agora no céu irá compadecer e atender a vossa súplica.

Por isto vivo seguro, Oh! Santos protetores meus, Joaquim e Ana! De que rogando vós por mim infalivelmente, serei consolado em meu trabalho.

Ouvi-me, piedosos advogados meus, e rogai a Deus por mim.

Chegai ao trono da Santíssima Trindade, representando minha aflição com palavras santas, pedindo por sua infinita bondade que tenha misericórdia de mim.

Oh! Amantíssimos, benigníssimos e clementíssimos patronos meus, Joaquim e Ana, ouvi minha oração, alcançando-me o que peço; auxiliai em minha necessidade!

Vos encomendo do mais profundo de meu coração e rogo que me socorreis piedosissimamente.

Falai a vosso dulcíssimo Neto uma só palavra carinhosa por mim, dizendo:

Amantíssimo Jesus, em nossa contemplação apiedamo-nos de esse humilde pecador, e concedei o que tão fielmente solicita.

Escutai pela muita confiança que em vós temos posto, sem permitir que saíamos desconsolados. 

 

Vos recordo, Oh! Nobilíssimo par, Joaquim e Ana!, o júbilo, alegria, esperança, regozijo, alívio, gosto e glória inefável com que ao presente estais vendo para sempre a seus dulcíssimo Neto e Filha, Jesus e Maria;

E por isto vos suplico me alcanceis uma morte feliz em graça, e o que tenho pedido nesta novena.

Fazer o pedido. Três Pai-Nossos e Ave-Maria.